quarta-feira, 23 de novembro de 2022

  • quarta-feira, novembro 23, 2022
  • Redação

Foto: REUTERS/Bernadett Szabo
Por Agência Brasil

O treinador da seleção da Sérvia, Dragan Stojkovic, rejeitou os rumores de que o Brasil teria espionado as sessões de treinamento de sua equipe usando um drone, dizendo nesta quarta-feira (23) que a equipe do técnico Tite não ganharia nada em filmar seus treinos.

O Brasil e a Sérvia têm treinado nas instalações do Al Arabi SC, em Doha, com as bases de ambas as equipes situadas na mesma rua.

“Eu não acredito que eles nos observaram, quem somos nós para que eles nos observem? Eles são uma superpotência do futebol”, disse Stojkovic antes da partida pela primeira rodada do Grupo G entre as duas equipes, no Estádio de Lusail, na próxima quinta-feira (24). 

“Acho que é desinformação. E mesmo se fosse um drone, não sei o que eles teriam visto, nada de especial”, brincou.

O Brasil favorito ao título da Copa do Mundo tem uma série de talentos ofensivos à sua disposição mas  O Brasil, favorito ao título da Copa do Mundo, tem uma série de talentos ofensivos à sua disposição, mas Stojkovic disse que sua equipe não vai abrir mão de também atacar os pentacampeões.

O técnico Tite montou o time com um ataque formado por Vinícius Júnior, Raphinha, Richarlison e Neymar, que pode superar Pelé como o maior artilheiro do país em todos os tempos se marcar mais três gols para somar à sua contagem atual de 75. 

“Serão quatro atacantes contra a Sérvia? Então estamos acabados […]. Mas será que alguém jogará na defesa?”, disse Stojkovic.

“O Brasil é uma grande equipe, uma das melhores do mundo. Para mim eles têm uma geração de ouro no momento e espero um jogo muito difícil. O jogo começa com 0 a 0, temos uma chance de vencer e não temos medo de ninguém, nem mesmo do Brasil”, afirmou. 

“Temos jogadores mais maduros e confiantes com a experiência de ter jogado uma Copa do Mundo. É um novo desafio”, declarou.

Ele acrescentou, no entanto, que a Sérvia teve “muito azar” ao ser sorteada no mesmo grupo que Brasil, Suíça e Camarões.

“O Brasil é uma grande equipe, tanto individual quanto coletivamente. Eles são, com certeza, um dos favoritos”, disse o capitão sérvio, Dusan Tadic. 

“Mas estamos concentrados em nós mesmos, vamos olhar para as qualidades do Brasil, mas também vamos nos concentrar em nossas qualidades, queremos deixar nosso país orgulhoso e jogar nosso estilo de futebol”, afirmou.

A Sérvia está contando com a disponibilidade do artilheiro Aleksandar Mitrovic, que sofeu uma lesão no tornozelo, mas Stojkovic, que se recusou a revelar sua escalação, disse que o atacante estava treinando com o plantel.

“A boa notícia é que ele não está sentindo dor onde sofreu uma lesão”, disse.

“Mas [Filip] Kostic está sofrendo de uma lesão, ele sente fadiga no músculo. É um grande ponto de interrogação no que diz respeito a ele”, concluiu.