terça-feira, 22 de novembro de 2022

  • terça-feira, novembro 22, 2022
  • Redação
Foto: Hannah Mckay/Reuters

Por Agência Brasil

Lionel Messi lamentou a queda da Argentina no segundo tempo contra a Arábia Saudita nesta terça-feira (22), mas disse que não ficou surpreso com a ameaça dos adversários 48 posições abaixo no ranking da Fifa.

"É uma situação pela qual esse grupo de jogadores nunca passou, fazia tempo que não sofríamos um golpe tão duro, não esperávamos começar assim", disse Messi à mídia argentina após a derrota por 2 x 1 no Grupo C.

Iniciando sua quinta Copa do Mundo, Messi abriu o placar em cobrança de pênalti aos 10 minutos e a Argentina teve três gols anulados por impedimento em um primeiro tempo tranquilo.

Mas, no segundo tempo, “em cinco minutos de erros que cometemos, tomamos 2 a 1 e depois foi muito difícil e perdemos a organização e começamos a rifar a bola”, declarou ele.

Messi disse que seu time sabia que a Arábia Saudita, apesar de ser o segundo time com pior classificação no torneio, poderia ameaçá-los.

"Sabíamos que eles eram uma equipe que jogaria se deixássemos... Eles não nos surpreenderam, sabíamos que eles poderiam fazer isso."

A Argentina agora precisa se concentrar em vencer México e Polônia nas próximas partidas da fase de grupos, em busca do único título importante que escapou de Messi em sua brilhante carreira.

"Obviamente, temos que vencer ou vencer agora. Cabe a nós consertar o que fizemos de errado e voltar ao básico de quem somos", disse Messi, cuja equipe estava invicta há 36 jogos antes do resultado surpreendente no Lusail Stadium, no Catar. "Estamos bem, obviamente chateados pelo resultado, muito amargo. Mas as pessoas precisam confiar que este time não vai decepcioná-las e vamos buscar isso nos próximos dois jogos. Já jogamos jogos dessa natureza antes e vamos ter um bom desempenho". "Agora é hora de estarmos mais unidos do que nunca, para mostrar o quão verdadeiramente fortes somos", acrescentou.