quarta-feira, 20 de julho de 2022

  • quarta-feira, julho 20, 2022
  • Redação
Foto: Divulgação/Santos FC

Por Agência Brasil

O Santos anunciou, nesta quarta-feira (20), a contratação de Lisca. O técnico de 49 anos estava no Sport Recife, clube que dirigiu por apenas quatro jogos e que deixou na última terça-feira (19), de forma tumultuada. A duração do vínculo não foi divulgada pelo Alvinegro.

O treinador inicia o trabalho no Peixe a partir de quinta-feira (21). A expectativa é que ele estreie no comando santista no domingo (24), às 19h (horário de Brasília), diante do Fortaleza, na Arena Castelão, na capital cearense, pelo Campeonato Brasileiro. No jogo desta quarta-feira, contra o Botafogo, às 21h30, na Vila Belmiro, em Santos (SP), também pelo Brasileirão, o time do litoral paulista ainda será dirigido pelo auxiliar Marcelo Fernandes.

"[Estou] Muito feliz por essa oportunidade em um gigante do futebol brasileiro. O Santos é um clube histórico e estou empolgado demais. Acredito que possamos fazer um grande trabalho", disse Lisca, em depoimento ao site oficial do Peixe.

O treinador se despediu do Sport na segunda-feira (18), no empate sem gols com o Vila Nova, em Recife, pela Série B do Brasileirão. No intervalo, a informação sobre Lisca estar negociando com o Santos repercutiu na Ilha do Retiro e irritou a torcida, que passou a chamar o técnico de "mercenário".

Após o jogo, em entrevista coletiva, o técnico negou acerto com o Peixe, mas não garantiu a permanência. A saída foi confirmada no dia seguinte. Em pronunciamento, o presidente rubro-negro, Yuri Romão, detonou Lisca, chamando-o de antiético, dizendo que o clube havia sido traído e que não abriria mão da multa rescisória do treinador (R$ 150 mil).

Lisca assume o Santos no lugar do argentino Fabián Bustos, demitido após a eliminação para o Deportivo Táchira (Venezuela), em casa, nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Além do Sport, ele também comandou Vasco da Gama, Ceará, Náutico, América-MG e Juventude, entre outras equipes.