quarta-feira, 2 de março de 2022

  • quarta-feira, março 02, 2022
  • Redação
Foto: Peter Cziborra

Por Agência Brasil

O empresário russo Roman Abramovich, dono do Chelsea (Inglaterra), decidiu vender o clube londrino e prometeu doar os recursos da venda a grupos de ajuda às vítimas da guerra na Ucrânia. O anúncio foi feito em nota oficial, na tarde desta quarta (2). A decisão de Abramovich ocorre seis dias após a invasão da Ucrânia por forças militares russas, o que desencadeou uma série de sanções financeiras à Rússia. 

"Sempre tomei decisões com o melhor interesse do clube no coração", disse Abramovich em comunicado.  "Na situação atual, tomei a decisão de vender o clube, pois acredito que isso seja do melhor interesse do clube, dos torcedores, dos funcionários, bem como dos patrocinadores e parceiros do clube", completou Abramovic, proprietário do clube londrino desde 2003. 

No último sábado (26), o magnata russo chegou a anunciar que repassaria a administração do Chelsea aos curadores da fundação de caridade do clube. O time é o terceiro colocado no Campeonato Inglês e no domingo (27) perdeu para o Liverpool a Copa da Liga Inglesa, por 11 a 10 na cobrança de pênaltis, após empate em 0 a 0 no tempo regulamentar.