sexta-feira, 4 de março de 2022

  • sexta-feira, março 04, 2022
  • Redação
Foto: Staff Images/CBF

Por Assessoria CBF

A espera acabou, a bola vai rolar para o Brasileirão Feminino Neoenergia! Celebrando a 10ª edição, a competição começa nesta sexta-feira (04) prometendo muito equilíbrio, rivalidade e jogos de altíssimo nível. Serão 16 clubes com um só objetivo: o desejado título de campeão.

Em 2022, o campeonato contará com os reforços do Red Bull Bragantino, Atlético-MG, Esmac-PA e Cresspom-DF, que conquistaram o acesso pela Série A-2. Os novatos terão pela frente adversário de peso que seguem na elite do futebol feminino: o atual campeão da Série A-1, o Corinthians, Cruzeiro, Ferroviária, Flamengo, Grêmio, Internacional, Avaí/Kindermann, Palmeiras, Real Brasília-DF, Santos, São José e São Paulo. 

A rodada de abertura já dá o tom do que vem por aí. O jogo inaugural fica por conta de Palmeiras e Atlético-MG, nesta sexta-feira (04), às 21h, no Allianz Parque, em São Paulo (SP). No sábado (05), é a vez dos atuais campeões das Séries A-1 e A-2 medirem forças. De um lado, o tricampeão, Corinthians, recebe o estreante, Red Bull Bragantino. 

Com equipes de norte a sul do país, a competição promete duelos acirrados e muita emoção até a grande final. Confira tudo o que você precisa saber sobre o Brasileirão Feminino Neoenergia:

Os campeões

Em dez edições disputadas, o Brasileirão Feminino Neoenergia conta com seis equipes campeãs. Atual campeão, o Corinthians é o único clube com três títulos (2018, 2020 e 2021). Bicampeão, a Ferroviária levou o troféu em 2014 e 2019. Donos de uma taça está o Centro Olímpico-SP (2013), Rio Preto-SP (2015), Flamengo (2016) e Santos (2017).

Formato de disputa

A Primeira Fase do Brasileiro Feminino A-1 será disputada por pontos corridos. Os 16 times se enfrentam em turno único. Ao fim das 15 rodadas, os oito melhores classificados avançam para as Quartas de Final da competição (1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6º e 4º x 5º). Os confrontos serão realizados sem o critério do gol qualificado como desempate e com mando de campo para os times com melhor campanha nas partidas de volta. Uma vez definido o chaveamento, ele segue até o fim da competição, que terá o mando definido pela somatória de pontos das equipes (incluindo a fase eliminatória).

Artilharia afiada

A grande artilheira do Brasileirão de 2021 foi Bia Zaneratto, com 13 gols. O desempenho lhe garantiu o título de craque da competição e melhor atacante. Em seguida, Duda (São Paulo) e Vic Albuquerque (Corinthians) foram vice-artilheiras, ambas com 10 gols. Enquanto Gabi Nunes anotou 9 vezes vestindo a camisa do Corinthians. 

Primeira rodada

Sexta-feira (04)

21h - Palmeiras x Atlético-MG - Allianz Parque, São Paulo (SP)

Sábado (05)

14h - Corinthians x Red Bull Bragantino - São Paulo (SP)

15h - São José x Avaí/Kindermann - Estádio Martins Pereira, São José dos Campos (SP)

16h - Internacional x Cresspom-DF - Sesc Protásio Alves, Porto Alegre (RS)

Domingo (06)

15h - Cruzeiro x Grêmio - Sesc Alterosas, Belo Horizonte (MG)

18h - Ferroviária x Esmac-PA - Fonte Luminosa, Araraquara (SP)

Segunda-feira (07)

20h - Flamengo x São Paulo - Luso Brasileiro, Rio de Janeiro (RJ)