sábado, 12 de fevereiro de 2022

  • sábado, fevereiro 12, 2022
  • Redação
Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

Por Assessoria FPF

O Tribunal de Justiça Desportiva do Estado de São Paulo divulgou um balanço das atividades realizadas pelo Comitê Disciplinar durante a disputa da Copa São Paulo em 2022. Os números dos casos julgados apontam que predominou entre as equipes o respeito e o fair play entre as equipes. O torneio aconteceu entre os dias 2 e 25 de janeiro, quando é comemorado o aniversário da cidade de São Paulo.

Os números da Copinha são grandiosos: 255 jogos em 23 dias, mais de 3.000 atletas inscritos. No entanto, os dados referentes a casos levados a julgamento pelo Comitê Disciplinar foram raros. Apenas 26 atletas chegaram a ser suspensos ao longo da competição. Ou seja, menos de 1% dos atletas chegaram a ser punidos por alguma infração.

No total, foram 98 processos distribuídos e julgados em 11 sessões de julgamento, com três inquéritos em andamento. Foram quase 15 horas de sessões realizadas em formato híbrido e com a participação de advogados do país inteiro. O Comitê Disciplinar da competição alcançou todas as suas atividades em conformidade com o Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Além dos 26 atletas, apenas 20 membros da comissão técnica ou diretoria foram suspensos, enquanto 23 atletas e seis componentes de comissões e diretores foram advertidos. 39 clubes foram punidos e R$ 77.700,00 foram arrecadados com aplicação de multas.

“Como presidente do TJD, senti-me bastante orgulhoso de ver que a Copinha, como é conhecida a Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, foi marcada pelo fair play e desenvolveu-se com muita observância de disciplina por parte de todos os integrantes vez que poucos atletas foram punidos.  A Copinha é a maior competição de base do Brasil e é um desafio que envolve bastante trabalho notadamente no que tange à organização e controle de disciplina vez que abrange atletas bastante jovens e em início de carreira e numerosos os clubes e atletas.”, disse o Dr. Antonio Assunção de Olim, Presidente do TJD-SP.

Os artigos 250 (Praticar ato desleal ou hostil durante a partida, prova ou equivalente), 206 (Dar causa ao atraso do início da realização de partida, prova ou equivalente, ou deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida, prova ou equivalente) e 258 (Assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código) do CBJD foram os três mais infringidos ao longo da competição.

Próximas Transmissões

Terça 13h45 | Liga dos Campeões | Bayern de Munique x Viktoria Plzen
Terça 16h00 | Liga dos Campeões | Inter de Milão x Barcelona
Quarta 16h00 | Liga dos Campeões | Chelsea x Milan
Quarta 21h30 | Brasileirão Série A | Flamengo x Internacional
Quinta 16h00 | Liga Europa | Arsenal x Bodo/Glimt