quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Depois de dois anos de espera, a Copa São Paulo de Futebol Júnior retornou em 2022. Foram 128 equipes divididas em 32 grupos, e o torneio terminou com o Palmeiras campeão pela primeira vez. São milhares de jovens batalhando por uma oportunidade no principal torneio de base do Brasil, e, nesta edição, tivemos vários destaques. Confira, abaixo, cinco jogadores para ficar de olho após o término da Copinha. 

ENDRICK (PALMEIRAS)

Endrick comemorando um de seus gols pela base palmeirense. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

Eleito o melhor jogador da competição, Endrick, de apenas 15 anos, encantou o país. Atuando pelo campeão Palmeiras, o camisa 9 marcou seis gols em seis partidas, incluindo um de bicicleta de fora da área contra o Oeste, nas quartas de final. Com suas atuações fantásticas, a joia da base do Verdão atraiu olheiros de todo o mundo, e especula-se que o Barcelona fará proposta em breve.

No início do ano, o atacante chegou a treinar um período com os profissionais, mas acabou sendo contaminado pela Covid-19 e desfalcou sua equipe em duas partidas da Copa São Paulo. Como só irá completar 16 anos em julho, Endrick ainda não pode assinar um contrato profissional com o Palmeiras, mas provavelmente será promovido ao elenco de Abel Ferreira em breve. 

RWAN SECO (SANTOS)

Rwan Seco, destaque da base santista, será promovido ao elenco profissional. Foto: Ernesto Guerra Azevedo

Um dos melhores jogadores do torneio, o atacante Rwan Seco, do Santos, é muito valorizado no clube paulista. Recentemente comprado junto ao Flamengo-SP, a joia santista marcou seis gols e deu duas assistências em nove partidas, conduzido a equipe ao vice-campeonato da Copinha.

Originalmente, o camisa 10 do Peixe joga como atacante, mas pode cumprir outras funções na linha ofensiva, graças à sua movimentação e velocidade. Em 2021, Rwan foi o artilheiro da equipe sub-20 com 13 gols em 18 jogos, e no time de aspirantes (sub-23) balançou as redes três vezes em 11 oportunidades. Com o término da Copa São Paulo, o jogador deverá integrar a equipe profissional em breve, e sua multa rescisória está na casa dos 50 milhões de euros para clubes do exterior e 100 milhões de euros para equipes brasileiras. 

WERIK POPÓ (OESTE)

Atacante Werik Popó em ação contra o Flamengo, na Copinha. Foto: Divulgação/Oeste

Artilheiro da competição com oito gols em seis partidas, Popó foi o grande destaque do Oeste nessa Copa São Paulo. Decisivo na fase de grupos e no mata-mata, o camisa 9 do Rubrão ajudou a equipe a chegar nas quartas de final, mas os seus dois gols no jogo contra o Palmeiras não foram suficientes para conquistar a classificação. 

Depois de várias peneiras e reprovações, o atacante recebeu do Oeste a oportunidade de disputar a Copinha, e aos 20 anos brilhou e chamou atenção de vários olheiros espalhados pelo Brasil. Seu bom posicionamento, força e finalização foram os pontos positivos durante o torneio, e sua capacidade técnica pode levá-lo a uma equipe de elite em um futuro próximo, quem sabe. Além do desempenho, chama atenção o porte físico do jogador, que recebeu o apelido "Popó" em homenagem ao boxeador brasileiro Acelino Freitas. 

VITINHO (SÃO PAULO)

Vitinho, destaque do São Paulo, tem atraído interesse de equipes do mundo todo. Foto: Reprodução/UOL

Destaque do semifinalista São Paulo, Vitinho tem chamado atenção de diversos clubes mundo à fora. Nas oito partidas que disputou, o meia-atacante tricolor balançou as redes cinco vezes e contribuiu com três assistências, sendo o grande nome da boa campanha feita pela equipe paulista. 

Dono da camisa 11, o jogador de 20 anos chegou a disputar dois jogos pelo profissional na última temporada, contra Mirassol e Ituano, ambos pelo estadual. Como estourou a idade permitida para atuar na base, Vitinho foi promovido ao time principal e apareceu na lista de inscritos do São Paulo para o Paulistão.

No entanto, o atleta possui contrato somente até o meio do ano, e já pode firmar compromisso com outra equipe, se quiser. O Bayer Leverkusen, da Alemanha, e o Al Wasl, dos Emirados Árabes, demonstraram interesse em sua contratação, mas as conversas não evoluíram até aqui.

ANDREY SANTOS (VASCO)

Volante Andrey Santos, de 17 anos, em ação com a camisa do Vasco da Gama. Foto: Reprodução/Vasco

Nascido em 2004, o volante Andrey Santos foi um dos principais nomes do Vasco, que chegou até as oitavas de final da competição. É um jogador moderno, que possui uma marcação muito intensa e um bom passe curto para iniciar as jogadas. Na Copinha, o meio-campista marcou três gols, mostrando boa presença no ataque.

As boas atuações na base cruz-maltina renderam à Andrey uma vaga no time titular da seleção brasileira sub-18. Como ainda é muito jovem, o camisa 5 possivelmente fará um período de treinos com o elenco profissional, mas deve cumprir alguns anos de base, visando ganhar experiência. No entanto, vale ficar de olho no garoto, que mostrou muito talento e organizou o meio-campo da equipe carioca nos seis jogos que disputou.

Por: Bruno Lobão 

Próximas Transmissões

Terça 15h30 | Amistosos de Seleções | Brasil x Tunísia
Quarta 21h45 | Brasileirão Série A | Atlético Mineiro x Palmeiras
Quinta 21h30 | Brasileirão Série B | Vasco x Londrina
Sexta 15h30 | Campeonato Alemão | Bayern de Munique x Bayer Leverkusen