sábado, 27 de novembro de 2021

  • sábado, novembro 27, 2021
  • Redação
Foto: Twitter/CONMEBOL Libertadores

Por Assessoria CBF

Ele assistiu boa parte da decisão da CONMEBOL Libertadores da América do banco de reservas. Na tarde deste sábado (27), em Montevidéu, entrou apenas no intervalo entre o fim do segundo tempo e o início da prorrogação. Mesmo assim, com apenas 4 minutos em campo, Deyverson marcou o gol do título palmeirense e ainda foi eleito o melhor em campo na final da competição.

O Palmeiras havia passado boa parte do jogo na liderança, após Raphael Veiga abrir o placar ainda nos minutos iniciais da partida. Na metade do segundo tempo, o Flamengo conseguiu o empate, que persistiu até o apito final do árbitro. Com a partida se encaminhando para a prorrogação, Abel Ferreira chamou Deyverson para substituir justamente o autor do primeiro gol. Brilhou a estrela do técnico e do atacante.

Eram jogados pouco mais de três minutos do primeiro tempo da prorrogação. Andreas Pereira, meia do Flamengo, se posicionou entre os zagueiros Rubro-Negros para iniciar a construção da jogada, mas foi surpreendido pela marcação do atacante palmeirense. Deyverson roubou a bola e rumou livre para a área adversária. De frente para Diego Alves, tocou no canto esquerdo do goleiro, que ainda resvalou na bola, mas a viu morrer no fundo das redes. 

O Palmeiras ainda precisou se segurar por quase toda a prorrogação para garantir o título da CONMEBOL Libertadores da América, mas ainda antes do apito final já estava decidido quem era o nome do jogo: Deyverson. Iluminado, o atacante celebrou a conquista pessoal e coletiva.

Próximas Transmissões

Sábado 16h30 | Brasileirão Série A | Fluminense x Corinthians
Domingo 16h00 | Brasileirão Série B | Vasco x Sport