sexta-feira, 27 de agosto de 2021

  • sexta-feira, agosto 27, 2021
  • Redação
Foto: Volmer Perez

Por Agência Brasil

O VAR (árbitro de vídeo) trabalhou bastante na noite desta sexta-feira (27) em Pelotas, para desespero dos torcedores da casa, no empate entre Brasil de Pelotas e Remo por 1 a 1 pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Em uma partida na qual a alegria e a tristeza andaram abraçadas, o Brasil viu seu camisa 10 comemorar um golaço e, no minuto seguinte, o ver anulado e, de quebra, ser expulso por uma falta no lance.

Do lado do Remo, o atacante Lucas Tocantins também não ficou com boas lembranças do seu gol. Apesar de salvar seu time da derrota, se machucou gravemente no lance e teve que ir para o hospital.

O Brasil de Pelotas fez um primeiro tempo melhor, tinha mais a bola, mas não aproveitava as poucas oportunidades que construía. Aos 19 minutos, em um contra-ataque rápido, Vidal chegou com perigo e bateu na entrada da área, no canto. O goleiro Vinícius fez uma bela defesa, jogando a bola para escanteio.

Aos 29 minutos, o maior volume de jogo do time Xavante finalmente acabou recompensado. Kevin atacou pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro. Erison foi oportunista e não desperdiçou. Brasil 1 a 0.

Mesmo sem criar muitas oportunidades o Remo chegou ao empate. Aos 38 minutos, também em jogada pela esquerda, Victor Andrade cruzou para Lucas Tocantins subir mais alto que os zagueiros e cabecear para o gol, mas, no lance, ele também acertou a cabeça de um defensor e levou a pior. Caído no chão, e praticamente imóvel, sequer conseguiu comemorar o empate. Com um corte na cabeça, sangrou muito e precisou de atendimento ainda no gramado. Com o rosto muito inchado, e com suspeita de fratura na face, acabou substituído e seguiu de ambulância para fazer exames no hospital.

E se Tocantins não conseguiu comemorar o gol, por pouco a torcida do Remo também. Na primeira jogada após a saída de bola, Kevin cruzou, a bola passou por toda a área e Netto apareceu do outro lado da grande área, batendo de primeira, cruzado, no canto do goleiro Vinícius. O segundo gol do Brasil de Pelotas, no entanto, foi anulado pelo VAR, que viu um impedimento quase milimétrico na origem do lance.

Na etapa final, o Brasil continuava tendo mais posse de bola e chegando mais à intermediária da defesa adversária. Criava algumas chances, mas não aproveitava. Do outro lado, o Remo ameaçava pouco. Aos 20 minutos, Rildo recebeu uma bola dividida, empurrou o adversário para garantir a posse de bola e bateu de fora da área, um golaço. Mas o VAR entrou em ação mais uma vez e acusou a falta do camisa 10.

O árbitro, que estava bem perto do lance, concordou com o árbitro de vídeo e assinalou a falta, anulando o gol. Para piorar, Rildo levou o segundo cartão amarelo pela falta e acabou expulso.

A expulsão de Rildo mudou o jogo. O time da casa, que até então estava mais perto de uma vitória que já não vinha há oito partidas, passou a ver o Remo crescer no jogo. O time paraense passou a ter mais a bola e ocupar mais a área adversária. Criou chances e quase marcou em lances de Felipe Gedoz e Marlon. Mas a igualdade perdurou até o fim.

Com o resultado, o Xavante chegou aos 16 pontos e está na vice-lanterna da série B. Já o Remo está na 12ª colocação, com 26 pontos. Na próxima rodada, o Brasil viaja para enfrentar o Vasco, na sexta-feira (3). Já o Remo recebe o Botafogo um dia depois.

Próximas Transmissões

Terça 14h30 | Campeonato Espanhol | Getafe x Atlético de Madrid
Terça 19h00 | Brasileirão Série B | Avaí x Goiás
Terça 21h30 | Copa Libertadores | Palmeiras x Atlético-MG
Quarta 16h00 | Campeonato Francês | Metz x PSG
Quarta 19h00 | Brasileirão Série B | Avaí x Goiás
Quarta 21h30 | Copa Libertadores | Flamengo x Barcelona-EQU
Quinta 21h30 | Copa Sul-Americana | Peñarol x Athletico
Sexta 15h30 | Campeonato Alemão | Greuther Fürth x Bayern de Munique
Sexta 19h00 | Brasileirão Série B | Goiás x Vila Nova