quinta-feira, 5 de agosto de 2021

  • quinta-feira, agosto 05, 2021
  • Redação
Foto: Peter Powel/Reuters

Por Agência Brasil

A polícia britânica prendeu 11 pessoas como parte de uma investigação sobre as ofensas racistas virtuais dirigidas a alguns jogadores negros da seleção da Inglaterra após a derrota na final da Euro 2020, no dia 11 de julho passado.

Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka foram os alvos das ofensas depois de errarem suas cobranças na disputa de pênaltis com a Itália, que decidiu a partida após empate de 1 x 1.

O incidente desencadeou uma investigação policial e foi amplamente repudiado pela seleção inglesa, a realeza e líderes políticos e religiosos da Inglaterra.

A Unidade de Policiamento do Futebol do Reino Unido disse que 207 postagens em redes sociais foram identificadas como criminosas, das quais 123 contas pertencem a indivíduos estrangeiros e 34 a britânicos.

"Há pessoas por aí que acreditam que podem se esconder atrás de um perfil de rede social e ficar impunes postando comentários abomináveis. Elas precisam repensar", disse Mark Roberts, líder do Conselho de Chefes do Policiamento do Futebol da Polícia Nacional, em um comunicado.

"Temos investigadores procurando proativamente comentários ofensivos ligados à partida e, se eles atingirem um patamar criminoso, aqueles que as postam serão presos".

"Nossa investigação está continuando em bom ritmo, e somos agradecidos àqueles que se deram o trabalho de relatar postagens racistas a nós".

Próximas Transmissões

Terça 10h00 | Final da Copinha | Palmeiras x Santos
Quarta 21h35 | Campeonato Paulista | Palmeiras x Ponte Preta
Quinta 18h00 | Eliminatórias Copa 2022 | Equador x Brasil
Quinta 21h15 | Eliminatórias Copa 2022 | Chile x Argentina
Sexta 18h00 | Eliminatórias Copa 2022 | Colômbia x Peru