terça-feira, 9 de março de 2021

  • terça-feira, março 09, 2021
  • Redação

Foto: Divulgação/Conmebol

Por Agência Brasil

A Ferroviária se complicou na briga por uma vaga nas quartas de final da edição 2020 da Libertadores Feminina, disputada na Argentina. Nesta terça-feira (9), as Guerreiras Grenás ficaram no empate por 1 a 1 com o Peñarol (Uruguai), no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, pela segunda rodada do Grupo D.

A equipe paulista está na lanterna da chave, com um ponto, assim como o Peñarol, que fica à frente por ter saldo de gols melhor (-1) que as brasileiras (-4). A liderança é da Universidad de Chile, que goleou o Libertad/Limpeño (Paraguai) por 5 a 0, também nesta terça, e foi a seis pontos, assegurando classificação antecipada à próxima fase. As paraguaias somam três pontos, com saldo de um gol negativo, e estão na segunda posição.

As chilenas são as próximas adversárias da Ferroviária, na sexta-feira (12), pela terceira e última rodada, às 17h (horário de Brasília), novamente no José Amalfitani. Além de vencer, o time brasileiro torce para que o Libertad/Limpeño não derrote o Peñarol, em jogo que ocorre no mesmo horário, mas no estádio Nuevo Francisco Urbano, em Morón. A decisão da vaga às quartas pode sair no saldo de gols e, em caso de igualdade, no número de gols marcados.

As Guerreiras Grenás quase abriram o placar aos 32 minutos da etapa inicial, mas a meia Aline Milene perdeu um pênalti. Três minutos depois, a zagueira Ana Alice acertou o travessão. No segundo tempo, aos 12 minutos, o Peñarol saiu na frente com a atacante Belen Aquino completando cruzamento rasteiro da esquerda. Aos 28 minutos, a lateral Monalisa marcou um golaço da intermediária, deixando tudo igual. O empate, porém, não foi bom para ninguém.

Próximas Transmissões